Vereadora de São Paulo apresenta projeto que põem fim no chamado "salário-esposa"

18/07/2020

A vereadora paulistana Soninha Francine, apresentou um projeto que foi aprovado em primeira votação que, acaba com o benefício chamado "salário-esposa". Pago desde 1979, o benefício era pago a servidores homens, que tem mulheres que não trabalham (?). O valor do benefício incluso ao salário e pequeno R$ 3,39 por mês. Entretanto o rombo anual pode chegar a R$ 500 mil. A aprovação na primeira votação ocorreu na quarta-feira (15). Para ser sancionado pelo prefeito Bruno Covas, o projeto ainda precisa ser aprovado em segunda votação. Um pacote de projetos foi aprovado, um deles prevê para 2021 a isenção de pagamentos do Termo de Permissão de Uso, cobrado de comerciantes que trabalham legalmente nas ruas da cidade. Os camelôs legais. Os estados fazendo sua parte.