Até aqui nos ajudou o Senhor

Amapá sofre com falta de médicos em meio ao crescimento da pandemia

12/05/2020

O estado do Amapá está sem médicos suficientes para dar conta da demanda de atendimentos na rede pública estadual. Contrariando o CFM (Conselho Federal de Medicina) e os CRM (Conselhos Regionais de Medicina), quando declaram que o país tem médicos suficientes. E até pode ter, só que poucos querem atender a demanda de trabalhar na linha de frente do combate a Covid-19. Para suprir a carência o estado o governo avalia a contratação emergencial de médicos cubanos, ou mesmo brasileiro formados no exterior, que estariam impedidos de clinicar no país por ainda não terem passado pelo Revalida (teste que reconhece diplomas de medicina emitidos em outros países). O último edital de convocação abriu 115 vagas, mais apenas 14 foram preenchidas.