Até aqui nos ajudou o Senhor

MP (Medida Provisória) autoriza ao ministro da Educação escolher reitores temporários das universidades federais

11/06/2020

O nome disso é autoritarismo, o presidente Bolsonaro editou MP (Medida Provisória) que autoriza ao ministro da Educação Abraham Weintraub, escolher reitores temporários das universidades federais durante o período de pandemia. "Não haverá processo de consulta à comunidade, escolar ou acadêmica, ou formação de lista tríplice para a escolha de dirigentes das instituições federais de ensino durante o período da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia da Covid-19", diz o texto. Uma nova ação antidemocrática, já que retira do direito de participação do processo de escolha. O texto que precisa ser aprovado pelo Congresso em até 120 dias para não perder a validade, exclui a necessidade de consulta à professores e estudantes ou formação de uma lista para escolha dos reitores. Já em 2019, o governo interveio na nomeação de ao menos 6 reitores, entre as 12 nomeações que haviam sido feitas até agosto daquele ano. Na manhã de ontem (10), parlamentares usaram as suas redes sociais para denunciar a ação. Por ser uma MP, e já ter sido publicado no DOU, o texto já está em vigor, mas para não perder a validade, precisa ser aprovado pelo congresso. O Ministério Público certamente deverá derrubar essa MP criminosa.