Até aqui nos ajudou o Senhor

Politica de combate a pandemia em xeque

16/06/2020

A insatisfação com a política de combate a pandemia, implementada pelo Ministério da Saúde, não poderia ser maior. Ao ponto da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares, em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem), instalou outdoors em vias de grande fluxo da capital catarinense para denunciar o desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS) e pedir o fim do governo Jair Bolsonaro. A entidade chega a tratar em nota, o governo como genocida, incompetente e antipopular. Em um trecho da nota, os profissionais de saúde do estado dizem. "Conclamamos a população e os movimentos sociais a juntar-se a esse movimento para o Impeachment de Bolsonaro e seu time, que só joga contra a maioria do povo brasileiro". Em outro trecho eles concluem. "Queremos governos, parlamentares e judiciário verdadeiramente democráticos, que defendem o SUS , o SUAS e a educação, como patrimônios do povo brasileiro. Para priorizar a saúde, as vidas e a cidadania de todas e todos nós no enfrentamento dessa pandemia e toda crise socioeconômica e sanitária, como há décadas não sofremos". O presidente perde portanto, uma grande oportunidade de solidificar o seu governo, e sair fortalecido desse episódio.