Até aqui nos ajudou o Senhor

Erramos ao falar do medicamento anunciado pelo ministro Marcos Pontes e pedimos desculpas

19/04/2020

Infelizmente nós também do FiqueDeOlho, nos deixamos levar pela fala do ministro da Ciência e tecnologia, Marcos Pontes, e divulgamos que o remédio para o coronavírus poderia sair do Brasil. Até porque as posições até então tomadas pelo ministro nos pareciam bastante sensatas. O remédio que logo depois da entrevista, deixou de ser secreto é a nitazoxanida, princípio ativo do vermífugo Annita. Um estudo conduzido por virologistas e cientistas de Wuhan, onde tudo começou, alerta que o medicamento ainda é mais tóxico que a cloroquina. O estudo testou a eficácia de sete drogas e dentre elas as que mais se destacaram foram a cloroquina e o remdesivir. Já o medicamento do ministro Pontes a nitazoxanida só apresentou atividade antiviral adequada em doses elevadas, que se mostraram tóxicas. Uma nova busca as farmácias e drogarias certamente deverá acontecer . Anunciar dessa forma é calamitoso em tempos de calamidade.