Até aqui nos ajudou o Senhor

"É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem!"

10/07/2020

Depois dos xingamentos e agressões ao Ministro do STF Alexandre de Moraes, amparado pelo manto da impunidade parlamentar o deputado federal Otoni de Paula, entregou o cargo de vice-líder do governo. "Entreguei meu cargo hoje (8) à tarde porque não quero que minha fala seja reproduzida como sendo do Planalto. Foi minha opinião pessoal e é exclusivamente de minha responsabilidade". Existe uma linha entre o que é legal e o que é imoral. A fala do deputado reflete a decadência da espécie política do país. Quando não pelas falas grotescas que não deveriam fazer parte do vocabulário de um congressista (fala que não se ouve, nem nos piores botecos da periferia) pois mesmo lá os frequentadores se respeitam. Ao falarmos da decadência da classe política, não queremos colocar os que não utilizam dessa descarga ao falar. Infelizmente porém eles se tornam cúmplices ao admitir tamanha vulgaridade, sem se levantar contra, é o chamado corporativismo. Tentar descolar o parlamentar da pessoa, e achar que o simples fato de entregar o cargo, o distancia da funcionalidade, é uma tentativa de nos fazer de bobos. Senhor deputado muitos de seus eleitores certamente estão envergonhados com seu vídeo, especialmente os evangélicos os quais o senhor representa. Se não pensou no decoro parlamentar, o senhor deveria pensar no decoro sacerdotal, já que o deputado é também pastor(?). Eu estaria envergonhado, se tivesse ajudado a elegê-lo o que não aconteceu. Mais me envergonho de ouvir seu nome como membro da bancada evangélica do congresso. O Dr. Lucas, apóstolo de Cristo, fez esta narrativa sobre um discurso de Jesus Luc.17: E disse aos discípulos [Jesus]: É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem! Seu discurso foi exagerado e sua irritação desmedida. É bom que saiba que, para pessoas públicas, sua opinião pessoal é de pouca relevância e se não quer que seja assim, abandone a vida pública.