A confirmar as denúncias o governo do Amazonas tera muito que explicar

29/04/2020

O governo do Estado do Amazonas no combate a pandemia, resolveu adquirir com recursos próprios 24 ventiladores hospitalares. Uma ação merecedora de aplausos, não fosse a suspeita de sobrepreço. O STJ deverá abrir um inquérito a pedido da PGR para apurar a suspeita. Segundo o MP de Contas do estado os equipamento teria custado R$ 2,9 milhões, um sobrepreço de 316%. Um erro não pode justificar outros... Outra possível irregularidade na compra, a NF emitida esta em nome de FJAP e Cia, uma adega de vinhos (Vineria Adega). Além do fato de todo procedimento de compra desde o envio da proposta, homologação, emissão da nota fiscal e liberação da ordem bancária, não levou mais de 24 horas. A partir dessas suspeitas sem dúvidas o governador do estado Wilson Miranda, tem sim muito a explicar sim.