Até aqui nos ajudou o Senhor

Presidente faz lobby a favor da cloroquina

08/04/2020

Um estudo elaborado pela Fiocruz e pela Fundação de Medicina Tropical da Universidade de Manaus aponta que a taxa de letalidade nos pacientes com a covid-19 e que foram tratados com o medicamento cloroquina é semelhante à dos que não foram tratados com o remédio. Ou seja, mesmo que defendido por alguns membros da comunidade médica, e pelo presidente Bolsonaro e em estudo ainda preliminar, os resultados desmentem as teses de cura difundidas pelo presidente. De acordo com a pesquisa, de 81 pacientes internados e tratados com o medicamento, 11 vieram a falecer. A mesma taxa de mortalidade registrada me pacientes em condições semelhantes e que não foram tratados com a cloroquina 18%. Esses números se assemelham aos de estudos internacionais, incluindo os realizados pela China. O que prova que o presidente mas está parecendo um representante farmacêutico, tentando a todo custo colocar seu produto como tratamento para o novo coronavírus. Lembrando que estamos na torcida para que os testes venham trazer os resultados esperados, e que a cloroquina, seja um medicamento efetivo contra o coronavírus. Mas até o momento continua a mesma situação. Os testes ainda são inconclusivos.