O mais completo desprezo com a democracia e suas instituições

21/04/2020

O PGR (Procurador Geral da República) Augusto Aras, solicitou que o STF abra um inquérito para apurar as irregularidades cometidas na manifestações que aconteceram domingo (19) em diversas regiões do Brasil. Existe a possibilidade de violação da Lei 7.170/1983, Lei de Segurança Nacional. As manifestações aconteceram em diversas capitais do país. Salvador , Manaus, Belo Horizonte, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro e Brasília. Os atos pediram, entre outras coisas, a saída de Rodrigo Maia da presidência da Câmara dos Deputados. A manifestação na Capital Federal chegou a contar com o apoio do presidente Bolsonaro. Que mesmo vendo faixas que pediam a volta do AI-5 e Intervenção Militar (a propósito, de acordo com o presidente, o movimento era em favor do fim da quarentena, que foi a única coisa que não foi citado). O apoio do presidente ao ato, causou um grande desconforto na cúpula militar do governo. Oficiais voltaram a afirmar que as forças armadas, servem ao Estado Brasileiro e não ao governo. Um dos oficiais declarou que a realização do ato em frente ao QG no dia do Exército, fez parecer para o Brasil que as forças armadas estão cuidando além de suas missões constitucionais e interferindo em ações políticas, o que não é realidade. Já segundo os oficiais "a ida é as declarações de apoio do presidente aos pedidos de intervenção militar e AI-5 provocou surpresa em ministros do núcleo próximo e incômodo em generais, que falaram com os colegas que integram o governo", esses solicitaram uma reunião na manhã de ontem (20). Mais uma vez o presidente mostra seu completo desprezo à democracia.