Até aqui nos ajudou o Senhor

Mas um vídeo falso e divulgado pelo presidente

02/04/2020

A CPMI das fakes news, certamente também está cumprindo o isolamento social e suspendeu suas atividades, para sorte do clã bolsonaro, que em três dias já desfilou uma festa de falsas postagens. Depois de um discurso que deveria ser conciliador, onde o presidente deveria restabelecer a confiança da parte de seu eleitorado, que já se decepcionou com o voto. O presidente Bolsonaro faz o verdadeiro "dia seguinte". Menos de 12 horas depois do pronunciamento, ele estava de volta ao Twitter para atacar governadores e prefeitos que mantém as medidas de isolamento. Lembrando que essas medidas são defendidas por grande parte de seus ministros. O ataque veio ilustrado por um vídeo, onde um apoiador, se dizia estar na Ceasa BH, em Minas Gerais e apontava risco no abastecimento de hortifruti, filmando corredores vazios. O vídeo foi postado às 7h35 de ontem. O apoiador, além de gerar a falsa impressão do desabastecimento, ainda atacava o governador do estado. Já recentemente, Bolsonaro usou um apoiador para atacar os profissionais de imprensa que cobriam o Palácio Planalto. No caso do vídeo após ficar provado que era mais uma fake fabricada, o presidente apagou- o da sua rede social. A CBN (Central Brasileira de Notícias), foi ao local e o que viu foi atividade normal. Segundo os produtores da Ceasa "as atividades estão normais e não existe risco de falta de produtos", pelo contrário há, inclusive, produtos em excesso por causa da baixa procura em meio à pandemia do novo coronavírus.