Até aqui nos ajudou o Senhor

Weintraub, quase foi pra rua o clima ta quente no Palácio 

10/05/2020

O presidente Bolsonaro teria ficado muito irritado, com o ministro da Educação Abraham Weintraub, que de acordo com Bolsonaro estaria querendo , "dar uma de gostoso". O ministro havia dito que se demitiria, caso o presidente do PP, senador Ciro Nogueira, mantivesse seu chefe de gabinete, Marcelo da Ponte, no cargo, de presidente do FNDE. O órgão foi oferecido ao Partido Progressista, como parte da negociação que o presidente tem trabalhado com o chamado Centrão, para obter apoio contra uma possível abertura de processo de impeachment. O presidente cogitou até mesmo demitir Weintraub. O que só não aconteceu porque o assessor especial da Presidência irmão do ministro da Educação, Arthur Weintraub, tratou de acalmar Bolsonaro e garantiu que seu irmão não vazou a informação à imprensa, culpando os generais que, de acordo com Arthur, queriam queimar o ministro. Por ora o ministro ganhou uma sobrevida no governo. O clima ta tenso no governo.