Centrão tem 325 cargos no governo, se isso não é lotear...

07/06/2020

Depois de se dizer veementemente contra lotear cargos no governo, e ser eleito balançando essa bandeira. O presidente já entregou na aliança com o dito Centrão 325 cargos. Isso mesmo que você ouviu 325 cargos a esse grupo do congresso. Lembrando que uma grande parte desses políticos são envolvidos na operação Lava-Jato e no mensalão. Um dos principais articuladores é o deputado Arthur Lira, que foi denunciado nesta sexta-feira (5) por corrupção passiva. Essa situação está tão ridícula que essa semana tivemos um presidente de um banco que durou um dia na presidência. Foi o caso do Banco do Nordeste (BNB), que nomeou Alexandre Cabral em um dia e o exonerou em outro. O motivo da exoneração é que Alexandre Cabral, "está cheio de problemas" segundo um auxiliar do presidente da República. Sem citar que os problemas de Cabral é ser alvo de investigação conduzida pelo Tribunal de Contas da União (TCU), sob suspeita de irregularidades no período em que comandou a Casa da Moeda. Já dizíamos que não existe forma de governar sem os acordos com partidos com representatividade no congresso, mas fazer isso para garantir sustentabilidade em caso possível pedido de impeachment e vergonhoso.