Até aqui nos ajudou o Senhor

Gastos com cartão corporativo do governo atual e 60% maior que o anterior

12/05/2020

No encontro de ontem com simpatizantes na saída da residência oficial o presidente, tentou rebater seus gastos com o cartão corporativo. De acordo com o seu desafeto Folha de São Paulo. A gestão atual, gastou em média R$ 709,6 mil/mês. 60% a mais em relação ao governo Temer. "Até gasto com cartão... estão batendo em mim. Gasto com cartão corporativo. Só que teve quatro aviões para a China para buscar gente lá. Aí gastou mesmo. E botam na minha conta", disse ele. Já a Secretaria-Geral da Presidência afirmou que as despesas são decorrentes, entre outros gastos, do "atendimento da manutenção" e de "eventos na residência presidencial". A secretaria disse ainda que o número de familiares de Bolsonaro é maior do que o de seus antecessores, o que "acarreta no incremento de despesas para as atividades, sobretudo as de segurança institucional". Será que nestas despesas estão incluídos um vereador, um deputado federal e um senador da Republica? Como os dados são mantidos sob sigilo, não saberemos o destino desse valor, relembrando R$ 709,6 mil.