Até aqui nos ajudou o Senhor

Dono do Madero se diz surpreso com a falta de cliente

17/05/2020

Todo côncavo tem um convexo. Depois de declarar publicamente que a economia não podia parar porque 5 ou 7 mil pessoas podiam morrer, se colocar frontalmente contra ao isolamento social, como forma de deter o avanço da pandemia no Brasil e demitir 600 funcionários. O empresário Júnior Durski, dono da rede de restaurante Madero, se disse surpreso com a falta de clientes em sua lanchonete após a reabertura do comércio em Curitiba, nesta última sexta-feira (15). Empresários e governo, acreditam que nós o povo trabalhador, que nós que levamos o país a frente, estamos satisfeitos e cômodos com a situação, e que gostamos de estar parados. Durski colhe agora o resultado de sua falta de empatia. Na loja que recebia 400 pessoas por dia, agora recebe no máximo 30. O empresário já admite que terá que repensar o valor de seus lanches . "É hora da gente se reinventar", disse.