Até aqui nos ajudou o Senhor

Controle de armas de voltar a ser obrigatório

20/05/2020

Mais um ato do presidente está próximo de ser revogado, o Ministério Público Federal pediu à Justiça que o Exército retome portarias sobre o controle de armas, revogadas em abril. Procuradores investigam se Jair Bolsonaro interferiu nas Forças Armadas ao determinar a revogação das portarias. A ação do MPF, enviada à 22ª Vara de Justiça Federal do Distrito Federal, pede que as revogações sejam declaradas ilegais. "Infelizmente, com a realidade criminosa do nosso país, vivenciamos inúmeros casos de furtos e desvios de armamentos e munições. E essas armas acabam sendo disponibilizadas para facções e organizações criminosas que se utilizam do armamento sem que as autoridades públicas possam localizar esse material, tendo em vista a inadequação dos métodos de rastreabilidade e controle", destaca a ação. Com controle mais rígido, armamentos exclusivos são apreendidos constantemente nas mãos da milícia armada, a revogação desse controle é um risco desnecessário.