Simbolo neonazista continua a fazer parte de manifestação pró presidente

02/06/2020

A apologia ao nazismo fica a cada dia mais evidente nos movimentos de apoio ao presidente e mesmo que não compactue com o pensamento (de acordo com suas declarações), sua participação as incentivam. Na manifestação de domingo (31) na Avenida Paulista apoiadores do presidente ostentavam uma bandeira de um grupo de extrema direita nacionalista ucraniana conhecido como Pravyy Sektor. O grupo é conhecidamente neonazista e a presença deles na manifestação teria sido o estopim dos confrontos registrados. No confronto, a Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta contra os manifestantes antifascistas. Lembrando que a presença desses símbolos caracteriza-se crime de acordo com a legislação brasileira e é preciso que CRIMES sejam tratados como crime.