Até aqui nos ajudou o Senhor

Contra fatos não há argumentos

10/01/2020

Contra fatos não há argumentos, a equipe econômica do governo tenta a todo custo passar a ideia que estamos retomando o crescimento econômico e o triste, é que muitos brasileiros estão se deixando levar por este conto de fadas. Um dito popular diz "o pior cego é aquele que não quer ver". Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), indicam que que o endividamento familiar alcançou o maior patamar da série histórica da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) desde janeiro de 2010 com 65,6% em dezembro de 2019. Se não bastasse esse indicativo, a pesquisa também aponta que a produção industrial brasileira registrou queda de 1,2 por cento em novembro na comparação com o mês anterior. O que prova que os índices do governo é sem dúvidas, manipulação de informação. O indicativo desse governo aponta que nenhum dado apresentado por sua equipe é confiável, além da econômica, refutada pelo IBGE, temos as alegações da queda da violência e o crescimento do emprego. Depois o presidente se assusta com a queda da confiança de seu eleitorado no seu governo.