Até aqui nos ajudou o Senhor

Investigação que envolve socio Flavio é paralisada 

22/01/2020

As ações de quem não teme, ta começando a criar forma. Antonio Carlos Nascimento Amado, desembargador da Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), determinou a paralisação da investigação sobre o empresário Alexandre Ferreira Dias Santini, sócio de sua loja de chocolate. A paralisação das investigações vale somente para Santini, que impetrou habeas corpus argumentando que não constava como investigado no processo criminal e, por isso, não poderia ter sido incluído nos pedidos de busca e apreensão. O material apreendido na busca e apreensão na loja de chocolates, continua a disposição de justica e podem ser analisados, o MP investiga se a loja era usada para lavagem de dinheiro do esquema de rachadinha no seu gabinete na Alerj. De acordo com investigações, o gabinete de Flávio na Alerj teria repassado cerca de R$ 2 milhões para o assessor Fabrício Queiroz, que também realizou grande quantidade de saques em dinheiro vivo e transações com dinheiro em espécie. Provavelmente em breve, alguém volte a determinar a paralisação das investigações e tudo mais uma vez acabe em pizza