Presidente edita PL que define as medidas para repatriação de brasileiros que estão em Wuhan

05/02/2020

Em nossa edição de Domingo (2), falamos das estratégias contra o coronavírus que o governo tentava sem sucesso implementar, entre elas, o não repatriamento de brasileiros em Wuhan. Agora felizmente o governo toma as providências necessárias para trazer para casa esses brasileiros. Obviamente algumas regras deverão ser definidas e por isso o presidente Bolsonaro encaminhou ontem (4) o projeto de lei (PL) que define as medidas sanitárias para enfrentamento do coronavírus e as regras para a repatriação e quarentena no Brasil dos cidadãos brasileiros que estão na cidade de Wuhan, na China, epicentro do surto da doença. A mensagem foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Para tornar efetiva o PL, o Ministério da Saúde elevou o nível de alerta no caso do coronavírus de perigo iminente como estava, para emergência em saúde pública, que será provocada com a chegada desses brasileiros. O decreto também estabelece a criação do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública como mecanismo nacional de gestão da resposta à emergência do coronavírus no âmbito nacional. Cerca de 40 brasileiros deverão chegar nos próximos dias, entretanto, o ministro da Saúde Henrique Mandetta, informou que ainda não há data definida para a chegada do voo que irá trazê-los. Assim que chegarem ao Brasil, eles deverão ser submetidos a quarentena , de acordo com procedimentos internacionais, sob a orientação do Ministério da Saúde. A duração da quarentena será de 18 dias. O governo estuda a possibilidade desse período ser realizado em uma base militar em Anápolis (GO) e outra em Florianópolis. As pessoas que já estiverem com contaminação confirmada deverão ser tratadas mesmo em Wuhan. Até o momento 14 pessoas estão sendo monitoradas aqui no Brasil, nenhum caso foi confirmado. "Ninguém Fica Pra' trás" parabéns presidente e equipe.