Até aqui nos ajudou o Senhor

Uma pequena mais importante vitória para os petroleiros

20/02/2020
Foto Divulgação/Gerson Castellano
Foto Divulgação/Gerson Castellano

A primeira vitória dos petroleiros, a desembargadora Rosalie Michaele Bacila Batista, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 9ª Região, determinou nesta terça-feira (18) a suspensão da demissão dos trabalhadores subsidiária da Petrobras Araucária Nitrogenados (Ansa), pelo menos até o dia 6 de março quando o movimento grevista e a direção da empresa farão uma nova tentativa de acordo. Até lá o movimento grevista também decidiu pela suspensão da paralisação. Gerson Castellano, diretor de imprensa e comunicação da Federação Única dos Petroleiros (FUP), avalia que foi muito boa a decisão, da desembargadora, muito responsável, uma vez que cessou esse processo de demissões". De acordo com Castellano a paralisação da greve, deve acontecer a nível nacional. Na audiência de terça-feira (18), a Ansa apresentou uma proposta, que foi negada pelo sindicato dos trabalhadores. O que levou a desembargadora a redigir o presente termo "Pela desembargadora presidente é dito que deverá ser estudada uma contraproposta, sendo razoável o prazo de 15 dias para a negociação, com suspensão das demissões e, em contrapartida, suspensão da greve", diz trecho da ata da audiência.