Governo de Minas Gerais determina de Policia Militar atue na fiscalização do uso de mascaras e situação de aglomeração nos 853 municípios do estado

26/06/2020

O governador Romeu Zema anunciou no Twitter, na quarta-feira (24), que a partir de agora a Polícia Militar vai passar a fiscalizar o uso obrigatório de máscaras e monitorar situação de aglomeração, em todo o estado. O governador disse . "A partir de agora, a PM vai abordar as pessoas e orientar aquelas que não estiverem cumprindo a determinação que ajuda a salvar vidas", os militares também poderão abordar o cidadão nas situações em que o distanciando entre as pessoas não estiver sendo obedecido. "A polícia não vai prender ninguém, como também não vai multar, mas vai orientar, e quem estiver sem máscara terá que providenciar uma. Quem estiver fazendo abuso da proximidade social terá que corrigir a sua situação." O governador também determinou que a PM atenda as demandas que chegarem através do 190. Nós estamos, neste momento, dando um tratamento diferenciado para evitar essas aglomerações. A ação de cada um vai fazer diferença no resultado final no combate ao coronavírus", pontuou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues. O militar acrescentou que um protocolo foi desenvolvido para que o policial possa lidar com essa situação, sendo que as questões de fiscalização e de multas serão exclusividade do poder executivo de cada município conforme o código de postura local. Na publicação, Romeu Zema ainda ressaltou que determinou que seja feita a orientação, por parte da PM, em casos de aglomeração ou a falta do uso de máscara facial nos 853 municípios mineiros.