Até aqui nos ajudou o Senhor

Feminicídio cresce em 2019

25/02/2020

Os índices mostram uma queda nas mortes violentas no país, o que sinceramente não é notado pela população. Na contramão dos índices de violência anunciado, o feminicídio cresceu 7,2% no país. Em 2019, foram 1.310 mulheres assassinadas vítimas de violência doméstica ou por sua condição de gênero. Os tipos de assassinatos e seus instrumentos são os mais diversos "espancamento, estrangulamento, uso de machado, pedra, pau, martelo, foice, canivete, marreta, tesoura, facão, enxada, barra de ferro, garfo, chave de fenda, bastão de beisebol, armas de fogo, mas, em especial, facas." De acordo com os registros oficiais, uma média de três a quatro mulheres são assassinadas a cada dia no Brasil, na maioria dos casos por companheiros e ex-companheiros." Essa constatação coloca em xeque a confiabilidade dos demais dados da pesquisa que aponta para uma redução.