Até aqui nos ajudou o Senhor

Aliança tem pouca adesão e pode não  das eleições municipais

25/02/2020

Mesmo com muitos pastores usando seus púlpitos como palanques político, o ritmo de assinaturas para a criação do partido do presidente Bolsonaro, está aquém do esperado, e não vê chances para a disputa das eleições municipais de 2020. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral, ate o momento, somente 3.101 assinaturas foram consideradas aptas. O número é quase quatro vezes menor que as 11.094 assinaturas rejeitadas. Independente do número de assinaturas que já foram analisadas, o partido só conseguiu apresentar um total de 60.747 assinaturas. 45.203 estão em prazo de impugnação e 1.349 em analise nos cartórios eleitorais. O que queremos reafirmar aqui, é que o envolvimento da igreja com a política é histórico e antigo. Nada tendo demais ao crente tentar se fazer representante de seus ideais. O que é inadmissível é transformar os templos em escritórios eleitorais e os púlpitos em palanques, fora isso, prevalece o livre arbítrio.