Baixa umidade no inverno redobre a atenção

01/07/2020
Foto Divulgação/Arquivo Natalia Pasternak
Foto Divulgação/Arquivo Natalia Pasternak

Um alerta importante para você, cientistas pesquisadores e profissionais de saúde, alertaram para perigo da piora na transmissão do coronavírus durante o inverno. No Brasil a estação teve inicio oficial a pouco mais de uma semana dia (20). A baixa umidade e a pré disposição das pessoas ficarem com as mucosas mais sensíveis por causa do frio, podem dificultar o controle da pandemia. A presidente do IQC (Instituto Questão de Ciência) e micribiologist,  Natalia Pasternak, afirmou que ainda é cedo para falar em sazonalidade do coronavírus, mas recomendou que a atenção seja redobrada. De acordo com Pasterna, com o tempo mais seco o vírus tende a ficar mais tempo no ar, o que contribui para aumentar a transmissão. Quando tem umidade, o vírus entra dentro de gotículas e, por questão de gravidade, acaba caindo no chão. Se não tem umidade, ele permanece no ar, o que facilita a transmissão. Entretanto, de acordo com Giogio Torrieri, professor de Fisica Teorica, uma outra teoria para o avanço do vírus nos países frio. "Entendemos que países frios tendem a ser mais ricos, então tendem a ser mais velhos, o que faz com que a doença se propague mais". Um fato ou outro, o certo é que nesse período de baixa umidade é importante o distanciamento social.