Até aqui nos ajudou o Senhor

Dizendo o que o povo quer ouvir

26/11/2019

 O governo quer usar a mesma estratégia de campanha para tentar melhorar sua imagem, ' dizer o que o povo quer ouvir'. Em encontro com empresários de Minas Gerais, ontem (25). O secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, voltou a defender o trabalho aos domingos e feriados , afirmando que a medida aumentará a competitividade das empresas do país. "Domingo é um dia de trabalho como qualquer outro", afirmou Rogério Marinho arrancando aplausos dos empresários. Marinho apresenta certos números, que parecem estar completamente fora de realidade de nosso país. Ele diz que 75% das industrias não conseguem fazer acordos com funcionários para o trabalho aos domingos, sem no entanto apresentar de onde vem os dados. De acordo com o secretário a solução seria a liberação dos trabalho ao domingo. É inadmissível que o governo continue tentar fazer os congressistas de bobo, ou coisa parecida. Textos contendo o mesmo objetivo de mudança da legislação trabalhistas, já foram rejeitados pelo Congresso Nacional, quando da análise da MP nº 881, da Liberdade Econômica e de acordo com a legislação, não poderiam ser apresentados novamente em um mesmo ano. Enfim nunca vi em momento algum da minha vida profissional, nenhuma atividade deixar de atender as necessidades patronais de trabalho extra, durante necessidades e aos domingos ou feriados. O que o governo quer é mudar a excepcionalidade, transformando-a em corriqueiro.