Até aqui nos ajudou o Senhor

CNMP adverte Procurador Deltan Dallagnol, por falar o desnecessário 

27/11/2019

Finalmente o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), puniu o coordenador da força tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol e ao menos lhe aplicou uma advertência, em razão de sua fala contra ministros do STF. "Os três mesmos de sempre do Supremo Tribunal Federal que tiram tudo de Curitiba e que mandam tudo para a Justiça Eleitoral e que dão sempre os habeas corpus, que estão sempre formando uma panelinha assim que manda uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção", disse o procurador. Embora não cite nomes, Deltan fala claramente de Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, que votaram a favor da decisão na Segunda Turma do STF. Segundo a defesa do procurador sua fala está dentro dos limites da liberdade de expressão e é compatível com a juventude do procurador e seus excesso de zelo a justiça. O que estamos vendo é, membros diretos e indiretos de todos os poderes da república, extrapolando os limites do bom senso em suas falas. E achando que basta as desculpas posteriores para que tudo se escuse.