Até aqui nos ajudou o Senhor

MP do Rio de Janeiro volta a investigar Fabrício Queiroz e Flavio Bolsonaro

30/11/2019

As investigações contra Flavio Bolsonaro e Fabrico Queiroz podem pode ser retomada, pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), a qualquer momento. Com o resultado no Plenário do STF, que decidiu por 9 votos a 2, que as informações sigilosas podem ser compartilhadas por órgãos públicos para fins de investigação, mesmo se não houver autorização judicial, o próprio presidente do STF ministro Dias Toffoli reviu sua decisão no final. Com essa decisão, 135 dias após ter concedido uma liminar que paralisava todas as investigações em curso, contra a dupla.O próprio Dias Toffoli revogou sua liminar. Em um ponto, finalmente os ministros concordaram, o dever dos órgãos de investigação de informar qualquer atividade irregular de qualquer pessoa, aos órgãos competentes mesmo sem sem a autorização prévia. Ficou claro nas alegações que não existe forma de uma prévia autorização no curso de uma investigação. Exatamente no caso do ex deputado e agora senador Flávio Bolsonaro. A suspeita de irregularidades surgiu a partir de um relatório do antigo Coaf que detectou movimentações atípicas na conta bancária do ex-assessor Fabrício Queiroz. O caso foi revelado pelo Estado em dezembro de 2018. O que não pode ocorrer, são investigações encomendadas. Ao que parece o STF está tentando melhorar sua imagem junto a opinião pública.