Juiz de Fora segue na onda verde do Minas Consciente

11/07/2020

De acordo com informações divulgadas pelo secretário de Estado Adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio. A macrorregião Sudeste do estado não avançou nos protocolos do Minas Consciente, e por essa razão segue na onda verde, mesmo com o início hoje (11), do novo ciclo do programa.

Juiz de Fora manterá apenas os serviços essenciais em funcionamento, pelo menos até o dia 1º de agosto. Somente as regiões Centro-sul, Leste-sul, Norte e Sul de Minas entram para a onda branca durante este próximo ciclo. Nessa onda está permitido a retomada das atividades de estabelecimentos classificados pelo programa como de "baixo risco". O secretário declara que apenas 174 municípios aderiram ao programa. O que corresponde a cerca de 4 milhões de mineiros, Passalio pede . "Pedimos a todos que atuem de forma consciente durante esta pandemia para que possamos continuar salvando vidas. A guerra não acabou." Durante essa coletiva, o secretário informou que o governo do estado alterou o protocolo de funcionamento de bares, restaurantes e padarias, voltando a proibição do consumo no interior dos estabelecimentos, mesmo com adoção de medidas de controle e distanciamento, estando autorizado apenas o delivery e venda no balcão. Segundo ele, a medida segue orientação da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) e, também, atende a solicitação dos municípios. "Houve um pedido massivo dos prefeitos. O Minas Consciente é ativo, dinâmico e tem como maior propósito salvar vidas".