Até aqui nos ajudou o Senhor

Estamos prontos para caminhões levando corpos?

31/03/2020

Por conta do comportamento do presidente Bolsonaro que mais parece uma provocação juvenil e as informações ditas por auxiliares próximos o presidente estaria "de saco cheio de Mandetta". O ministro ainda se mantém no cargo, porque o governo teme que ao demiti-lo traga sérias consequências por parte do empresariado e a parcela da opinião pública que representa, podendo até gerar um rompimento definitivo. Desde que começou a impor uma avaliação técnica do caso, ao invés do "no meu entendimento" do presidente, o ministro colocou a cabeça a prêmio. Em meio à crise dizem que Bolsonaro já havia até escolhido o substituto de Mandetta. O nome seria do atual presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, que é médico da Marinha. O secretário porém declarou que não pediria demissão. Seria do presidente o ônus de demiti-lo.