Mais de 580 pessoas fazem parte do batalhão de jaleco cubano

31/03/2020

Enquanto cresce os bloqueios, impondo grandes limitações a Cuba, o presidente Díaz Canel insistiu na importância de medidas de prevenção e controle para combater o surto de coronavírus. Diaz reafirmou que "os problemas financeiros do país estão agravando, a disponibilidade de divisas cambiais está se agravando e estamos enfrentando esta situação com as enormes limitações impostas pelo bloqueio. No entanto, em meio a esse contexto difícil estamos trabalhando pelo bem-estar do povo e do mundo". Diaz ressalta ainda que o país tem atualmente 12 brigadas médicas, com mais de 580 participantes em várias partes do mundo, em que foram solicitadas pelos governos desses países. O presidente cubano exalta em sua declaração os valores humanos, nesse momentos de solidariedade, generosidade, dedicação, apoio, responsabilidade e muita disciplina e demanda". É hora de conscientizar, considerou Díaz-Canel, e de cumprir o isolamento social preventivo que chamamos de principal medida e modo de ação nesse momento.