Até aqui nos ajudou o Senhor

Dirertor da PRF é desligado da Chefia

26/05/2020

O diretor da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Adriano Furtado. Foi desligado da chefia da corporação. O diretor contrariou recomendações extra oficial ao emitir uma nota de pesar sobre a morte de um colega da instituição que perdeu a luta contra o coronavírus. Em parte da nota oficial pode-se ler "'o que era difícil de se imaginar, hoje se tornou uma triste realidade para todos nós. A doença, a COVID-19, não escolhe sexo, idade, raça ou profissão"'. Marcos Roberto Tokumori tinha 53 anos quando foi vítima de coronavírus. Após passar 23 dias na UTI, o agente administrativo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) morreu em 21 de abril. Tokumori integrava a corporação em Santa Catarina há seis anos e é um dos mais de 22 mil brasileiros que não resistiram às complicações da doença. A nota contrariou o presidente Bolsonaro e ontem coincidentemente o diretor Furtado foi desligado da chefia da corporação