Até aqui nos ajudou o Senhor

Se o TSE não liberar assinatura eletrônica...

22/11/2019

O presidente Jair Bolsonaro vê com grande dificuldade a criação do seu partido Aliança pelo Brasil, para as próximas eleições. Inicialmente nenhum ministro do governo, irá fazer parte da legenda para evitar suspeitas do uso da máquina pública, deputados trocarem para a nova legenda correm o risco de perda de mandato e além disso, se o Tribunal vetar a coleta de assinatura eletrônica será dificílimo conseguir as 492 mil assinaturas em pelo menos nove Estado que precisa ser conferidas pelos Tribunais Regionais Eleitorais de cada Estado, isso tudo até abril de 2020. "Estamos aguardando as soluções do TSE se for possível (assinatura) eletrônica a gente forma o partido para março, se não for possível, "eu não" vou entrar em disputas municipais no ano que vem, estou fora", acrescentou. Tomara que o Aliança pelo Brasil não seja um partido narcisista como seu criador.