Até aqui nos ajudou o Senhor

Tá devendo? Paga... ou as coisas podem piorar.

28/11/2019

Uma hora a conta chega... A minirreforma eleitoral e outras mensagens do presidente que precisam ter seus vetos ou indicações analisadas poder ser derrubadas no congresso. Oficialmente, não está havendo quórum para o início da análise dos vetos do presidente Jair Bolsonaro. Entretanto o real motivo do esvaziamento das sessão e da promessa de que o mesmo ocorra em outras é o descontentamento de parlamentares do chamado Centrão pelo não pagamento das emendas parlamentares prometidas pelo governo durante a votação da reforma da Previdência , o grupo reúne partidos como o DEM, o PP, o PL, o Republicanos e o Solidariedade com o governo. A demora do repasse dessas emendas parlamentares, está levando os parlamentares a ameaçarem a derrubar todos os 11 vetos de Bolsonaro que estão na pauta e também prejudicar os projetos que preveem a liberação de R$ 23 bilhões em créditos orçamentários. Desse total, cerca de R$ 5 bilhões são provenientes do último leilão do pré-sal e destinam-se a estados e municípios. Os deputados haviam acertados que só derrubariam oito dos onze vetos, mas a insatisfação com a falta do pagamento só aumenta e ao que parece nem os três restantes serão analisados. Além disso cinco vetos trancam a pauta e bloqueiam a votação dos demais itens. Tá devendo? Paga... ou as coisas podem piorar.