Até aqui nos ajudou o Senhor

Governo incentiva deportação de brasileiros sem ao menos tentar legaliza-los

26/01/2020

Mais uma vez o presidente atua diferente a seu discurso. Questionado ontem (24) em Nova Déli, na Índia, onde se encontra em visita oficial, ele disse que é "direito" dos Estados Unidos deportarem brasileiros que entraram no país ilegalmente. Com isso ele facilita a deportação, enquanto as políticas anteriores tentavam a legalização, em outubro o governo americano deportou 70 brasileiros e na madrugada de ontem outros 50 brasileiros chegaram a Belo Horizonte, vindos de El Paso, no Texas. De acordo com o presidente "Qualquer país, as suas leis têm de ser respeitadas. Qualquer país do mundo onde pessoas estão lá de forma clandestina, é um direito daquele chefe de Estado, usando das leis, devolver aqueles nacionais". Bolsonaro disse que em nenhum outro pais do mundo existe uma lei de imigração tão fraca, "nossa lei de imigração é uma vergonha. Fui o único a votar contra [quando deputado], foi simbólico, o único a discursar contra quando ela foi elaborada e votada lá. Fui muito criticado pela mídia. A pessoa chega no Brasil com mais direitos do que nós. Então, isso não pode acontecer. Afinal de contas, nós devemos preservar o nosso país. Se abrir as portas, o país pode receber um fluxo de gente muito grande" Vindo de um governo que já assinou pelo menos uns quatro acordos unilaterais liberando a entrada de estrangeiros, sob a alegação de expansão do turismo, até parece brincadeira.