Até aqui nos ajudou o Senhor

Pela 9ª vez defesa do senador Flavio Bolsonaro tenta barrar progressão de ação

05/03/2020

A defesa do senador Flávio Bolsonaro está se movendo rápido. Seus advogados apresentaram dois novos recursos no Tribunal de Justiça do Rio na última segunda-feira para tentar paralisar o procedimento de investigação sobre peculato e lavagem de dinheiro da qual ele é alvo no Ministério Público do Rio desde julho de 2018. O caso em que a justiça ainda conta como suspeito o ex assessor do senador Fabricio Queiroz. Os advogados de Flávio Bolsonaro entraram com uma reclamação no Supremo Tribunal Federal argumentando que ele deveria ser processado no STF pelo fato de que iria assumir o mandato no Senado. A algum tempo em uma de suas postagens o senador disse que não precisaria usar as prerrogativas da imunidade parlamentar. Outra contra o juiz Flávio Itabaiana, onde questiona a competência do juízo para o caso. De acordo com seus advogados o foro seria o Órgão Especial do TJ. Com mais esses dois recursos, somam nove as tentativas do senador de trancar o caso. O que ele até conseguiu em uma oportunidade quando o caso ficou parado por mais de seis meses em razão de uma liminar do STF, contra o compartilhamento das informações do antigo Coaf. Matéria julgada pelo plenário que julgou a favor do compartilhamento, e derrubou automaticamente a liminar reiniciando o processo. As tantas tentativas em barrar a progressão da ação, em nada ajuda o senador, só aumentam as suspeitas que recaem sobre ele.