Até aqui nos ajudou o Senhor

Na contra mão do comercio, confiança na economia na industria avança.

29/11/2019

Um novo levantamento que avaliou a confiança da indústria segue ao contrário da confiança do comércio, e avançou em 15 dos 19 segmentos industriais pesquisados em novembro. O Índice medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), aponta um avanço de 1,7 ponto na passagem de outubro para novembro deste ano o maior nível desde maio de 2018. 97,2 pontos. Já a expectativas, que mede a confiança no futuro, subiu 2,9 pontos, para 96,8 pontos, o maior nível apurado esse ano foi em abril 97,4 pontos. O Índice de Situação Atual, que mede a confiança no momento presente, cresceu 0,4 ponto, para 95,8 pontos. Apesar dos indicadores permanecerem em nível abaixo do nível histórico "o avanço de novembro foi expressivo e bastante disseminado entre os setores industriais" diz a pesquisadora da FGV Renata de Mello Franco. Além disso o nível de UCI (Utilização de Capacidade Instalada) recuou meio ponto percentual , em relação ao mesmo período do ano passado. Mais de forma geral supera as pesquisas do comércio, atingindo um bom resultado.