Até aqui nos ajudou o Senhor

A Rússia está banida das competições esportivas mundiais pelos próximos quatro anos

10/12/2019

O esporte russo sofreu uma grande derrota, imposta pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) e anunciada ontem (9). De acordo com a decisão da Wada, a Rússia está banida das competições esportivas mundiais pelos próximos quatro anos. No documento da punição o esporte russo não poderá participar da Olimpíada de 2020 em Tóquio, a Olimpíada de Inverno de 2022 em Pequim e a Copa do Mundo também em 2022 no Catar. Ontem (9) o Comitê Executivo da Wada, após uma reunião em Lausanne na Suíça, resolveu acatar as medidas sugeridas pelo Comitê de Compliance da Wada e manter o banimento. O órgão desportivo russo tem três semanas para recorrer contra a decisão à Corte Arbitral do Esporte (CAS). Caso o banimento seja mantido, a Rússia não poderá ter sua bandeira erguida ou seu hino tocado nos torneios. Atletas que não estejam envolvidos nos casos de doping ainda poderão competir, mas sob uma bandeira neutra, como já ocorreu, já que esta não é a primeira vez que a Rússia sofre sanções nesta questão. Historicamente, a Rússia é acusada de acobertar casos de doping desde os tempos da União Soviética. Na última segunda-feira, o Comitê de Compliance da Wada, um dos principais painéis da entidade, sugeriu medidas drásticas contra o esporte russo, o que foi aprovado com unanimidade nesta segunda pelo Comitê Executivo, após uma reunião em Lausanne, na Suíça.