Atual presidente do orgão diz "o que o BNDES tem são muitos talentos" 

13/12/2019
Foto Divulgação/Arquivo Jovem Pan
Foto Divulgação/Arquivo Jovem Pan

Desde que tomou posse em janeiro, o governo tenta a todo custo demonstrar a existência de uma caixa preta no BNDES e pintar a instituição como deficitária e fonte de prejuízo ao governo. Alguns presidentes foram exonerados por conta de tentar demonstrar o contrário. No mês que passou o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), divulgou um relatório oficial. De acordo com o procurador do MPF em Brasília Ivan Marx, haveria irregularidades nos investimentos do banco de fomento no período de 2007 a 2011. Especialmente em uma operação envolvendo há época a JBS. Segundo o relatório, a Equipe de Investigação não encontrou durante sua análise nenhuma evidência direta de corrupção em conexão com as operações. O Atual presidente do órgão Paulo Rabello de Castro, em entrevista ao jornalista e historiador Marco Villa e outros jornalistas da bancada na Jovem Pan, disse " o que eu encontrei na instituição foi muito talento". Se estivesse tudo tão esculhambado como tentam passar ao povo brasileiro, em 45 dias não seria possível por ordem. Ele completa dizendo que não precisou pôr nada em ordem, já que sua antecessora Maria Silvia Bastos Marques, vinha fazendo um trabalho de excelência. E desafiou o entrevistador a ler o relatório de 200 páginas que o havia entregue, para depois concluir sobre qualquer coisa. Ao atual presidente do BNDES Paulo Rabello nosso parabéns, pelo brilhantismo e entusiasmo que defendeu uma instituição séria que já investiu, e investe em grandes atividades que fomenta o crescimento do país.