Até aqui nos ajudou o Senhor

Privatização dos Correios prevista para 2021 pode levar 40 mil ao desemprego

16/01/2020

Na onda das privatizações os Correios tem previsão da sua para o final de 2021, processo que envolverá também o passivo do fundo de pensão Postalis. Como a equipe econômica não pretende absorver os trabalhadores que forem descartados com a venda da estatal e as empresas privadas dizem que fariam o mesmo serviço com praticamente a metade do quadro atual de 100 mil funcionários. Como resultado imediato do processo cerca de 40 mil trabalhadores poderão ser demitidos. Associe a isso a fato de que a iniciativa privada, dividir suas áreas de atuações entre lucrativas e deficitárias, e não tem interesse em atender essa segunda. Ao longo dos anos em muitos países o que se tem visto é que quando se esgotam os recursos das empresas, tem o início de uma estatização, a fim de manter o mínimo necessário. É bem assim.