Justiça do Mato Grosso do Sul condena Universal do Reino de Deus a devolver oferta de casal de idosos

04/02/2020

Se essa moda pega... Em uma decisão inédita que certamente pode abrir um precedente para muitas outras, a 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a devolver R$ 19,8 mil. Uma promessa de um milagre fez com que o casal de idosos, Domingos de Deus Corrêa e Socorro dos Santos Corrêa, decidissem vender um carro que possuíam por R$ 18 mil e juntar a aposentadoria de dezembro para fazer uma doação expressiva a igreja. É bastante comum esses líderes passarem a ideia aos fiéis que quando mais doam maior o milagre. O fato ocorreu em dezembro de 2016 e como o milagre não aconteceu, os idosos passaram a enfrentar dificuldades financeiras. A decisão abre precedentes para que outros fiéis, independentemente de credo, recorram à Justiça nos casos em que ficar evidente o abuso desses líderes religiosos. Dízimos e ofertas voluntárias são o sustento da maioria das denominações sérias e todos os seus membros devem fazer sua parte. Mais não caiam nessa história de que a benção é equivalente ao tamanho de sua oferta, isso tem nome, estelionato. O que não é uma prática comum das igrejas sérias.