Até aqui nos ajudou o Senhor

Sindrome Nefroneural faz mais duas mortes em Minas Gerais 

16/01/2020

Uma mulher moradora em Pompéu (a 174 km de Belo Horizonte), pode ser a mais uma vítima da síndrome nefroneural. A mulher morreu com os sintomas da intoxicação por dietilenoglicol, substância que foi encontrada em garrafas da cerveja Belorizontina, da Backer. De acordo com a SES-MG. Ontem houve a confirmação de mais uma morte, um homem de 77 anos Antônio Márcio Quintão de Freitas, que morreu em Belo Horizonte no Hospital Mater Dei. Já são 18 os pacientes sob investigação. Desse total, quatro foram confirmados, com uma morte confirmada duas a confirmar, e os demais ainda estão em apuração. A diretora de marketing da Backer, Paula Lebbos, disse: "eu peço que não bebam a Belorizontina e Capixaba, qualquer que seja o lote (...) Estou sem dormir, preocupada, assustada e muito triste com tudo que aconteceu a essas pessoas." Lebbos afirmou que a empresa passa por vistorias constantes, todas auditadas, e que prefere não fazer julgamentos sobre o que pode ter causado a contaminação."