Até aqui nos ajudou o Senhor

Fabricio Queiroz e preso em Atibaia (SP) durante a "Operação Anjo"

18/06/2020

Uma ação conjunta entre a Justiça do Rio de Janeiro e São Paulo e da Polícia Civil do São Paulo, culminou com a prisão do ex-assessor do deputado Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz. Queiroz era tido com foragido e estava em uma propriedade na cidade de Atibaia (SP). A "Operação Anjo", cumpre ainda outras medidas cautelares autorizadas pela Justiça do Rio de Janeiro e incluem busca e apreensão, afastamento de suspeitos da função pública, o comparecimento mensal em Juízo e a proibição de contato com testemunhas. O ex-assessor é peça fundamental do inquérito que apura o esquema de rachadinha no gabinete na Alerj, ocupado por Flávio Bolsonaro quando deputado estadual. Pelos 13 ex-assessores do gabinete transferiram parte de seus salários para o esquema. A Promotoria identificou 483 depósitos dessas pessoas, que somados chegam a R$ 2 milhões. As investigações começaram depois do antigo Coaf identificar algumas movimentações atípicas em contas bancárias em nome de Queiroz. Preso o ex-assessor passou por exame de corpo de delito no IML Central de São Paulo e foi levado para sede da Polícia Civil do estado para posteriormente ser encaminhado ao Rio de Janeiro onde corre o inquérito.