Até aqui nos ajudou o Senhor

Servidores da Ancine são proibidos de exibir filme nacional indicado ao Oscar 2020 

10/12/2019

Está se tornando um caso de perseguição gratuita contra a cultura nacional, como já noticiamos anteriormente um desmanche a essa atividade. Na semana passada uma resolução do ministério da Economia excluía várias atividades ligadas a cultural do sistema de Micro Empreendedor Individual. Depois da repercussão negativa o presidente deu ordens de revogação da resolução. Agora a Secretaria de Gestão Interna da Ancine quer controlar o que pode e não pode ser assistido na agência. Chega a ser inacreditável  A secretaria justifica a proibição, dizendo haver um defeito no projetor do espaço onde aconteceria a exibição, o encarregado da manutenção rebate a declaração e diz não haver nenhum equipamento defeituoso Servidores da agência, assistiriam na quinta-feira (12), ao filme " A Vida Invisível" do diretor Karim Aïnouz. A exibição serviria para confrontar os servidores, capacitando-os para progressão de cargos. O evento não é novidade, mensalmente acontece na agência é organizado a exibição de um filme nacional e após a exibição e realizado um debate com a presença de produtores. Ao final sempre surgem algumas políticas públicas como melhoria nas ações de fiscalização da indústria cinematográfica nacional. 'A Vida Invisível' foi o filme brasileiro inscrito para a disputa do Oscar em 2020. Para concorrer à estatueta, a película terá de ser aprovada para uma das cinco vagas ao prêmio de melhor filme estrangeiro. Foram inscritas 93 produções nesta fase preliminar. Para um governo que combate tanto 'ideologia' é exatamente isso que tem acontecido.