Professora de Universidade atacada por ministro da Educação dirige o Projeto DNA do Brasil e vai botar o país no mapa mundial dos estudos genômicos 

15/12/2019

Um projeto DNA do Brasil, liderado por uma cientista brasileira, a professora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), repetindo... da USP, vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para que seja possível prevenir e tratar doenças, além de mapear os ancestrais da população. A iniciativa, lançada nesta semana, será o primeiro projeto de sequenciamento de DNA em larga escala no país e vai inserir o Brasil no mapa mundial dos estudos genômicos. De acordo com a professora "Nosso projeto quer fazer um panorama geral da população brasileira como um todo, com um número grande de brasileiros para que a gente possa fazer pesquisas mais aprofundadas tanto sobre a saúde, a genética da nossa saúde, quanto também sobre a nossa origem, de como a gente se formou a partir desses grupos populacionais originais" Atualmente 15 mil pessoas têm sido acompanhadas clinicamente desde 2008 e agora as informações genéticas serão agregadas a esse banco de dados, conforme elas forem assinando o termo de consentimento para participação desse novo projeto. O sigilo delas está garantido, segundo Lygia. A professora destaca que o grande desafio da genética do século XXI é entender a genética da predisposição para doenças como diabetes, doença cardiovascular, Alzheimer, asma, depressão, que são doenças comuns. A gente não conhece bem a genética dessas doenças porque é complexa, ela é o resultado de centenas de alterações genéticas, mais o meio ambiente". Este dado só faz mostrar o quanto as UFs participam na pesquisa nacional e o quanto merecem ser respeitadas.