As Fakes News não param

11/02/2020
Em mais uma Fake News, às declarações do governo, do aumento do índices de apreensão do Policia Federal é desmentida. Todas as declarações são sem nenhuma sustentação técnica. Os fatos mostram que a Polícia Federal reduziu o número de operações especiais, para um valor abaixo da meta estabelecida pela pasta, e o menor volume desde 2015. De acordo com dados da PF foram realizadas, 536 ações no ano passado, queda de 15% na comparação com o ano anterior e abaixo da meta de 577 previstas pelo Ministério da Justiça. Os cortes no orçamento que levou a redução de servidores, a instabilidade na corporação e a ingerência externa, foram segundo as entidades de classe dos delegados (ADPF) e dos agentes da corporação (Fenapef), os principais motivos da queda. O ministro Moro declara que "não há prejuízos no enfrentamento ao crime de colarinho branco quando nos preocupamos com a qualidade das operações e não com a quantidade", porque a polícia foca em "alvos estratégicos". Passado as eleições, toda a urgência se desfez e a qualidade, não a quantidade das operações, se tornou prioridade. O FATO é, uma queda de 15%.