Até aqui nos ajudou o Senhor

Obras da Rodovia BR 267 segue a passos lentos e um serviço ruim "é isso... ou como estava"

05/07/2020

Iniciada no dia 26/05 a operação tapa buraco na BR 267 segue a passos de tartaruga. O que deveria ser, de acordo com o licitado "obras de recuperação e conservação" da estrada, está sendo um serviço de péssima qualidade. Percorremos o trecho entre Bicas e Juiz de Fora e o mais assustador é o critério que vem sendo utilizado na operação, é inexplicável a empresa deixar trechos com buracos entre outros que já tiveram buracos tapados. Os condutores que desconhecem esse critério, e seguem tranquilamente, acreditando estar tudo pavimentado, ainda se deparam com crateras gigantes no meio do caminho. Alertamos aos usuários da rodovia, as obras seguem de forma extremamente lenta e sem critério técnico algum. Não confiem no serviço, pois ainda há muitos buracos, mesmo em trechos onde a equipe já realizou os reparos. Lembrando que as obras deveriam ser de recuperação e manutenção e não uma simples operação tapa buracos. Acreditávamos que essa fase seria um tratamento emergencial, para garantir a segurança dos usuários da via, mais em conversa com colaboradores da empresa, que por motivos óbvios mantemos seu sigilo, fomos informados que, não existe uma próxima etapa. Esse é o serviço a ser feito a um custo de R$ 3,5 milhões, por um serviço como esse, me parece dinheiro jogado fora. E ainda vamos ouvir "é isso... ou como estava", temos que nos contentar com esse tipo de serviço. Como toda obra pública a empresa certamente apresentou um cronograma físico-financeiro, respeitando os critérios da licitação, que tem sofrido um retardamento imotivado da obra, se for observado o critério de atestar a execução para o pagamento, e empresa irá ficar sem receber por alguns dias, pois a quase 40 dias não existe serviço efetivamente executado.