Até aqui nos ajudou o Senhor

Um dilúvio faz São Paulo parar

11/02/2020

Desde a madrugada de domingo (9) às fortes chuvas que se abatia na cidade de São Paulo, já era o prenúncio do caos. Na manhã de ontem (10), a cidade que não para, amanheceu parada sob um verdadeiro dilúvio. As principais vias de acesso, as marginais Pinheiro e Tietê, tiveram logo pela manhã, que ser interditadas, nem mesmo veículos de grande porte conseguiam vencer a força das águas. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o temporal de ontem (10) foi o equivalente à quase metade das precipitações esperadas para todo o mês de fevereiro. A previsão é de que a chuva continue e só deva parar na quarta-feira (12). Segundo dados apurados pelo R7 o prefeito Bruno Covas reduziu em 16,2% o valor orçado para combater as enchentes na cidade, no período de 2017 a 2019, o que pode ter concorrido para o agravamento da situação. Dá para imaginar o prejuízo causado, com a cidade que não para, parada? Além é certo, dos prejuízos individuais.