O fantasma do pibinho volta a rondar a economia 

15/03/2020

A prosseguir com a política econômica da equipe do ministro Paulo Guedes, o país está com grandes chances de terminar o ano em uma forte recessão. A economia do pais prossegue em um caminho suicida e fundamentalista. O ministro continua a usar da chantagem das reformas, para justificar a catástrofe de sua gestão. "O que aconteceu com o Brasil no ano passado quando não tinha reforma nenhuma? Cresceu 1%. E o que aconteceu no ano anterior? Cresceu 1%. E no anterior? Cresceu 1%. Neste ano, com o coronavírus, vai ser ainda mais difícil crescer 1% se não fizermos as reformas" - afirmou. O ministro não cita porém, que a maioria das reformas apresentadas foram aprovadas pelo congresso. E o que é ainda pior, mesmo que as demais reformas pretendidas fossem aprovadas o ministro não garantiria mais que 2% em 2020.