Enquanto isso o Enem não vai nada bem

12/02/2022

Como miséria pouca é bobagem, depois de todo descompasso da pasta da Saúde, agora estudantes acusam nas redes sociais as notas discrepantes que receberam nas provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Estudantes questionam ao Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) suas notas, principalmente de redação. A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e a União Nacional dos Estudantes (UNE) também se pronunciaram, pedindo para que o Ministério da Educação revise as pontuações. São centenas de denúncias de estudantes questionando notas baixas em relação ao ano passado, mesmo considerando o desempenho melhor. "Minha redação do ano passado foi muito pior e tirei uma nota melhor do que esse ano, totalmente diferente das notas que eu tirava no cursinho", comentou um vestibulando. Mas estudantes também reclamam de notas muito altas. "Estou com medo, achei minha nota muito alta esse ano e acredito na possibilidade de um bug no sistema", escreveu outra estudante. Procurada para esclarecer as denúncias, o Ministério da Educação preferiu manter silêncio. Advogados da UBES e da UNE estão liderando o contato com o Inep, mas ainda não obtiveram resposta do órgão. Era o que se poderia esperar, após a debandada dos técnicos do Inep, sem pessoal qualificado resta a baderna de o despreparo de mais um ministro. Milton Ribeiro.