Juiz de Fora decreta obrigatória a máscara  de proteção nas ruas

17/04/2020
Após STF tornar legítima as ações de governadores e prefeitos na luta contra pandemia do coronavírus, prefeito Antônio Almas decretou obrigatório o uso de máscaras de proteção nas ruas da cidade. Outras medidas e as sanções pelo descumprimento das medidas, na atualização da notícia.

Atualização 17/04

A cidade de Juiz de Fora na zona da mata mineira, seguiu o exemplo da capital Belo Horizonte e determinou o uso obrigatório de máscaras de proteção nas ruas da cidade. Com o Decreto 13.897/2020 reeditado para incluir a nova medida. o uso compulsório do equipamento pela população foi anunciada pelo prefeito Antônio Almas em entrevista coletiva no dia (15). Na ocasião, Almas anunciou também a instalação do Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19 em Juiz de Fora. Em meio à pressão do setor produtivo para a retomada de atividades industriais, comerciais e de serviços, Almas garantiu a manutenção das restrições em vigor no município desde março. "O Decreto 13.897/2020 continua em vigor da mesma forma que está. Devemos reeditar algumas medidas nos próximos dias, mas muito mais no sentido de orientar e estimular ações que aprofundem medidas não farmacológicas, como a própria utilização das máscaras, tornando o uso obrigatório para que as pessoas possam ter acesso a espaços públicos. Na verdade, não é o momento de relaxar nenhuma decisão do decreto. Nós sabemos e entendemos as dificuldades e as consequências futuras na economia, mas, hoje, o objetivo maior é a preservação de vidas." Paralelamente à coletiva, cerca de 20 manifestantes alinhados ao movimento Reabre JF pleiteavam, às portas da Escola de Governo, a reabertura gradual e imediata do comércio. De acordo com o prefeito a retomada gradual das atividades econômicas na cidade nunca saiu do radar da prefeitura, entretanto ainda não é o momento.